Hide Main content block

A GREVE GERAL NO PAÍS FOI FORTE: MANIFESTAÇÕES E TRANCAÇOS!

A Classe trabalhadora, a juventude e o povo pobre em todo o país demonstraram força e radicalidade nas ruas contra o governo e seus ataques: a Reforma da Previdência e os cortes na Educação, ciência, tecnologia e cultura no Brasil.

Em vários estados, o transporte paralisou, mesmo assim o povo foi às ruas em grandes manifestações, trancaços em rodovias, avenidas e complexos viários, como ocorreu no Butantã, em ato realizado por trabalhadores e estudantes da USP e da região Oeste.


14 de Junho na Av. Paulista (Foto: CSP-Conlutas)

Em São Paulo, a manifestação foi grande e vigorosa, apesar do recuo vergonhoso da UGT, que dirige o sindicato dos motoristas e dos ferroviários, após liminar que ameaçou com multas e punições. Os metroviários, todavia, mantiveram-se firmes na Greve, havendo apenas poucos trens funcionando pela ação de alguns gerentes e engenheiros.

Portanto, o 14 de Junho foi um dia de luta muito importante e combativo em São Paulo!

[matéria completa publicada no Boletim nº 48]

 

Data-Base 2019: Porque o reajuste é possível? Cartilha do Forúm das Seis explicando como é possível um reajuste de 8% em maio.  
DATA-BASE 2019: Porque o reajuste é possível!

A USP já efetuou o depósito em juízo do Processo nº 2247/88 – 46ª Vara do Trabalho/SP.  O SINTUSP solicita com URGÊNCIA, o comparecimento dos autores para atualizarem ...

Processo Ganho